Seminário Tributação Setorial: Novas Tecnologias

27.7.2017

 

Seminário
Tributação setorial: novas tecnologias
 
Realização 
Grupo de Debates Tributários
 
Apoio
Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro)
 
Coordenação
Janssen Murayama e Marcus Lívio Gomes
 
Programação
 
A programação reunirá especialistas de escritórios de advocacia e de empresas que atuam no ramo para uma manhã de debates e palestras. Terão destaque os efeitos da lei 157/16, sancionada em dezembro pelo presidente Michel Temer, que altera regras do ISS e restringe a aplicação de isenções fiscais aos setores de construção civil e transporte coletivo.
 
8h45 - Recepção dos participantes do seminário
 
9h - Abertura do seminário: Raul Colcher (Assespro)
 
9h15 - Tema 1: O plano de ação do BEPS, a economia digital e o Brasil
Presidente de mesa: Janssen Murayama (sócio do Murayama Advogados)
Palestrante: Leonardo Homsy (Mattos Filho Advogados)
 
9h45 - Debates
 
10h - Tema 2: A Lei Complementar 157/16 e os impactos para o setor de telecomunicações
Palestrantes: Gustavo Alves e Roberta Font (TIM Brasil)
 
10h30 - Debates
 
10h45 - Coffee break
 
11h15 - Tema 3: Questões controvertidas na tributação de software
Presidente de mesa: Janssen Murayama (Murayama Advogados)
 Palestrante: Bruno Affonso Ferreira (Murayama Advogados)
 
11h45 - Debates
 
12h - Tema 4: Conteúdos digitais e a LC 157/16
Palestrante: Eduardo Santiago (Grupo Globo)
 
12h30 - Debates
 
13h00 - Encerramento

Local
Auditório da Escola da AGU - R. Rodrigo Silva, 26 - Centro, Rio de Janeiro 
 
Valor
Gratuito
 
Inscrição
antonio.wagner@agu.gov.br

 

Fonte: Site OAB-RJ.

 

Esta notícia também foi publicada por Monteiro de Castro AdvogadosPágina Negócios Jurídicos, MigalhasPortal Fator Brasil Site Márcia Peltier.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

TRF analisará retorno do PIS/Cofins sobre receitas financeiras

25.9.2018

Murayama Advogados e Reimol Domenech firmam parceria

24.9.2018

Profissional que presta serviço às Nações Unidas está isento de IR, diz TRF-2

6.9.2018

1/6
Please reload

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

Please reload